seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

Vereadora Léia se posiciona no seu Facebook sobre nota de repúdio do Hospital

Postado à, 4 dias atrás | 6 minutos de leitura

Vereadora Léia se posiciona no seu Facebook  sobre nota de repúdio do Hospital

A vereadora Léia Jacob que obteve uma expressiva votação para vereadora em Piraju, eleita pelo DEM com 379 votos fez uma manifestação sobre um nota de repúdio que o Hospital de Piraju publicou nas redes sociais esta semana.
Diz a nota postada nesta quinta à noite: "Boa noite a todos. Venho aqui fazer algumas colocações diante a repercussão de minha fala quando me referi como o pronto socorro " a visão do inferno". Realmente poderia ter dito como tantos já disseram como sendo indigno, sujo, quente, inadequado ..., mas peço sim desculpas, não a quem dirige a entidade, ou a nós políticos de agora e do passado, sim pois toda critica que um politico faz, ele também está incluído na falha. Quem ouviu toda minha fala, deve ter entendido minha colocação. Quero entender porque toda vez que se aborda o tema saúde causa tanta ofensa a quem está a frente. Objetivo atingido com sucesso! Devo sim muitas desculpas a quem usa por ainda não poder fazer melhor. Não culpei ninguém, pelo contrario, apontei as dificuldades e aplaudi a formação de uma comissão que virá para ajudar. Não sou politica, sou uma cidadã que vive em contato com a população e nunca deixei de atender toda e qualquer solicitação, podendo ou não ajudar,  sempre busquei solução e me coloquei a disposição para ajudar individual ou na coletividade.  Fui eleita e agradeço a confiança, mas não me peçam para medir palavras ou atitudes para realizar meu trabalho como acredito. Não posso crer que todas a infinitas reclamações que chegam a mim, a imprensa e a meus colegas vereadores todos os dias sejam infundadas. Eu louvo os profissionais da saúde de todos os setores de nossa cidade que também sofrem e clamam por atitudes, afinal eles são os primeiros a sentirem as dificuldades para realizar seu trabalho. Eu louvo todos que estão e tiveram a frente de entidades sociais, nesse caso em especial do hospital. Isso, hospital, que para mim é um só. Tanto faz a porta da frente, como a do pronto socorro, para mim é um só lugar que atende o mesmo tipo de ser, o ser humano. Eu não entendo o porque um é todo limpo e adequado com bem menos atendimento, e no outro lado por ser pronto socorro é o que vemos. Será que é imaginação minha? Ah! O pronto socorro é do município! Hummm! Tá! Então a municipalidade está falhando? Como já disse em várias ocasiões, a saúde precisa parar, fazer um balanço e unir forças para sanar problemas que se arrastam. A saúde está doente em todas as esferas, não é só aqui. Mas vejo que medidas simples podem fazer a diferença. Então, ao invés de me repudiar, me respondam com atitudes. Não estou falando de embelezamento, estou falando de atendimento humanizado, atendimento digno, estou falando de  pequenos gestos como um espaço adequado onde quem chega em desespero seja acolhido por um profissional, que ao chegar numa ambulância o paciente tenha privacidade em sua dor e não exposto a olhares de quem também aguarda com sofrimento. O que quero para o pronto socorro e vou lutar para acontecer é que o local seja adequado e não coloque em risco quem está aguardando sentado na mureta com a chegada de veiculos, um profissional de enfermagem que faça a acolhida e verificações enquanto aguarda o médico, quantos casos se agravam durante a espera do atendimento. Que o local possa estar sempre higienizado, com água e copo a disposição, que tenhamos um lugar acolhedor e limpo. Isso já mudaria a minha visão. Mas quero também especialidades, médicos plantonistas a postos para que não haja sofrimento numa transferência que sempre prejudica a recuperação. Quem sofreu com essa falta, sabe do que estou falando. O pronto socorro, a humanização na saúde num todo e  um quadro médico de especialidades é uma das minhas prioridades para Piraju.  Eu fui eleita para representar o povo. Não tenho meias palavras, não sei apalpar. Há problemas em nossa cidade que nunca se resolvem, que as vezes pioram. O que depender de mim, podem ter certeza que vou fazer minha parte para ajudar, e não vou desistir até ver as mudanças. Pior que ter a visão do inferno, é viver nele e não buscar saídas. Eu estou buscando".