seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

Sarutaiá: Conheça uma das Usinas Hidrelétricas mais antigas do Brasil. Veja o vídeo.

Postado à, 174 dias atrás | 4 minutos de leitura

Sarutaiá: Conheça uma das Usinas Hidrelétricas mais antigas do Brasil. Veja o vídeo.
No mês de aniversário de Sarutaiá é um momento de lembrar que
cerca de um século atrás surgia a cidadezinha, originando-se com as comitivas que vinham de Piraju para Fartura em direção ao sul. Ai ergueram-se os primeiros ranchos 'as margens do Ribeirão Água do Padre na Fazenda Nossa, resultado da doação de terras da Fazenda Nossa Senhora da Boa Vista por Bento Antonio Pereira.
Em 1879, João Pedro Teixeira e esposa, assinaram a escritura de doação de terras à Mitra Diocesana de Botucatu, surgindo então a Vila do Pinhal, assim chamada por haver ali araucárias em abundância.
Nessas terras da Fazenda Nossa Senhora da Boa Vista ergueu-se uma capela de pau-a-pique e barro na pequena jurisdição do Bispado de Sant'Ana de Botucatu. 
No início do século 20, construiu-se uma capela maior de alvenaria no centro do vilarejo sob a invocação da Senhora da Imaculada Conceição do Pinhal. Festejos em louvor à padroeira ocorriam sempre no dia 8 de dezembro, de acordo com o calendário litúrgico católico-romano. Multidões das cidades vizinhas afluíam ao local, onde vendiam-se produtos da culinária típica caipira.
Em 1890 já figurava como 10º quarteirão (para eleições) e contava com 16 eleitores.
Em 20 de dezembro de 1906 a vila passou à categoria de Distrito de Piraju, com o nome de Sarutaiá. Finalmente em 18 de fevereiro de 1959 tornou-se município, empossando-se o primeiro prefeito Pedro Alcântara Júnior, vice prefeito José Torres Rosa e uma Câmara composta de 9 vereadores. Sobre a Usina Boa Vista ainda hoje em atividade no município em 1912, Bromberg, Hacker & Cia. de São Paulo, um agente da Siemens-Schuckertwerte de Berlim, instalou uma usina de força na Fazenda Boa Vista, 15 km a oeste da cidade, que ainda ilumina a cidade hoje.  Segundo o historiador pirajuense Gilberto Polenghi, que já faleceu e por anos escreveu no jornal impresso Folha de Piraju a coluna "Relembrando" as turbinas e a bandeja de ferramentas na parede da usina estão marcadas “J.M. Voith, Heidenheim, 1912”. Hoje a Usina pertence ao grupo Votorantim. Veja um vídeo sobre a Usina.
A Usina Hidrelétrica Boa Vista, do tipo bacia de acumulação, localiza-se no ribeirão Boa Vista, sub-bacia hidrográfica do rio Paranapanema,  entre os municípios de Pirajú e Sarutaiá. Pertencia, originalmente, à Câmara Municipal de Pirajú. 
Foi inaugurada em 1913, operando com dois grupos geradores compostos por turbinas Voith, tipo Francis, eixo horizontal e geradores General Electric, com 400 kW cada, gerando na tensão de 11 kV, totalizando capacidade instalada de 800 kW. 
Sua produção de energia era fornecida, inicialmente, ao bonde que circulava entre os municípios de Sarutaiá e Pirajú, dos primeiros a contar com este tipo de transporte em todo território nacional. A partir de 1913, foi utilizada também na iluminação pública de Pirajú, que já havia sido inaugurada em 13 de setembro de 1905, dias antes da inauguração da iluminação pública do Rio de Janeiro,então capital federal. A barragem é do tipo gravidade, com 90 metros de comprimento, tendo o vertedouro 35 metros de largura e 6 metros de altura, localizada a 1 quilômetro da usina. A casa de força tem 14 metros de frente, 20 metros de comprimento e 6 metros de altura. As paredes tem 1 metro de espessura e as janelas e portas são superdimensionadas e em arcos. A usina encontra-se atualmente em operação, funcionando com os dois grupos geradores originais, instalados na época de sua inauguração.