seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

notícias

Voltar

Piraju em Paris: Com Pepe em 2024

Postado à, 21 dias atrás | 9 minutos de leitura

Piraju em Paris: Com Pepe em 2024

Hoje, 23 de junho, é celebrado o Dia do Atleta Olímpico. Nesta data, honramos aqueles que se dedicam, sacrificam e nos inspiram através do esporte, carregando não só seus sonhos, mas os de suas comunidades. Este ano, Piraju, uma pacata cidade do interior paulista, com pouco menos de 30 mil habitantes, tem motivos especiais para comemorar. O talentoso atleta da Canoagem Slalom, Pepe Gonçalves, estará representando o Brasil nas Olimpíadas de Paris 2024. “Estamos todos com o Pepe! ” é o grito que ecoa nos corações de seus conterrâneos, orgulhosos e confiantes no desempenho de seu ídolo.

Pepe Gonçalves, um nome que se tornou sinônimo de superação e humildade, tem uma trajetória que inspira. Nascido em Ipaussu interior do Estado de São Paulo (SP)

e criado em Piraju, Pepe enfrentou inúmeros desafios desde a infância As barreiras que enfrentou sempre compensou com determinação incansável para treinar e muita técnica, além de uma vontade inabalável de vencer. Sua mãe, Célia Gonçalves, teve um papel determinante em sua formação, criando-o sozinha e trabalhando incansavelmente para que Pepe tivesse as oportunidades que o levariam a se tornar um atleta de elite.

A jornada de Pepe nas Olimpíadas começou em 2016, no Rio de Janeiro, quando foi com outros dois valentes pirajuenses, Charles e Anderson onde participou de sua primeira prova olímpica. Mesmo sem subir ao pódio, a performance apresentada chamou a atenção pela precisão e coragem. Em Tóquio 2021, Pepe voltou a representar o Brasil, mostrando uma evolução notável e terminando entre os melhores do mundo. Agora, em Paris 2024, ele está pronto para competir novamente, trazendo consigo a experiência e empenho acumulados ao longo dos anos. Para estar lá, já foi uma luta sem fim nas seletivas mundiais.

A história de Pepe é também uma história de resiliência. Sempre acostumado a fazer mais com menos ele nunca se deteve diante de empecilhos para chegar às olímpiadas. As corredeiras de Piraju, último trecho vivo do rio Paranapanema que o digam, foi ali que a primeira atleta de canoagem olímpica se formou a pirajuense  Poliana de Paula que esteve nos jogos de Pequim na China, a primeira sul-americana a competir nessa modalidade em olimpíadas.

Justamente ali nas corredeiras desse rio que atravessa a cidade Pepe se atirou na pista até então meio improvisada em meio às pedras e a força da água, primeiramente treinando de cedo à noitinha diariamente quando esteve longe das pistas profissionais que foi conhecendo em várias partes do mundo.  A canoagem slalom, uma modalidade complexa e exigente, demanda não apenas habilidades físicas, mas também um controle mental aguçado, e Pepe nunca se intimidou, constantemente buscando superar seus próprios limites. Não teve uma vez que foi a Piraju sem entrar nas corredeiras. Esse tempo de treinar no rio que o viu despontar como o atleta que é hoje, sempre foi um ritual sagrado.

A comunidade de Piraju se alegra com Pepe ao longo de sua carreira e algumas empresas lhe deram apoiam e dão ainda em etapas diversas. Sua mãe, Célia, muitas vezes fazia malabarismos para equilibrar o orçamento doméstico, enquanto focava no futuro do filho e em cuidar dos irmãos de Pepe. Com parcos recursos financeiros  o sucesso de Pepe foi construído sobre a base do esforço, sacrifício e uma rede de apoio familiar e de amigos que nunca deixaram de acreditar nele. A cidade se orgulha de cada conquista de Pepe, vendo nele um exemplo de que com perseverança, é possível alcançar os sonhos mais altos.

 

Pepe nunca deixou o sucesso subir à cabeça. Apesar das vitórias e do reconhecimento, ele permanece o mesmo jovem simples e respeitoso de Piraju, grato por suas raízes e pelas pessoas que o ajudaram e se reportaram a ele ao longo do caminho. Em entrevistas, ele frequentemente destaca a importância de sua mãe e de sua cidade na sua formação como atleta e como pessoa. A cada vitória, Pepe celebra não só por si mesmo, mas por todos que acreditaram nele e o apoiaram e especialmente pelos pirajuenses.

É capaz de responder uma mensagem enviada, mesmo em meio às inúmeras ocupações e treinamentos.

 

Com o foco nas Olimpíadas de Paris que se aproximam, a expectativa em Piraju é palpável. A cidade inteira se mobiliza para assistir e torcer por Pepe, seja através de eventos comunitários ou simplesmente decorando as ruas com bandeiras e mensagens de apoio.

- “Estamos todos com o Pepe!” .

Não é apenas um slogan, mas um sentimento compartilhado por todos,  testemunho do amor e do carinho que sentem por seu campeão.

 

A força de vontade e foco de Pepe sempre foram sua marca registrada. No esporte Pepe mostrou que o coração e a mente podem superar qualquer obstáculo. Ele se destacou em uma modalidade que ganha espaço a cada competição internacional e  através de seu nome colocou o Brasil no mapa da canoagem slalom sempre se recusando a desistir.

 

Piraju celebra não só o Dia do Atleta Olímpico, mas também seu próprio herói local. Pepe Gonçalves é mais que um atleta; ele é um símbolo de confiança e esperança de que sonhos podem ser realizados, independentemente das circunstâncias iniciais. Sua participação nas Olimpíadas de Paris 2024 é um capítulo emocionante na sua trajetória pessoal e na história de Piraju, que segue torcendo e vendo novas gerações treinando na Garganta do rio Paranapanema, o salto do Piraju, resgatando as história do Dourado nosso peixe símbolo e a memória dos primeiros habitantes indígenas que como esses atletas tiveram  tanto respeito e amor pelas corredeiras naturais.

Que esta homenagem a Pepe Gonçalves ecoe além das fronteiras e  traga futuros atletas para seguir seus passos. Como Charles que só não está com Pepe porque perdeu um único segundo na seletivapara os jogos da França.

O espírito de Piraju está em Paris com Pepe, e estamos todos, mesmo os que conhecem Piraju através de ouvir dizer, de nome, por amigos, e por falas de Pepe. É contagiante essa energia do atleta, um dos melhores do mundo.

Que suas remadas sejam precisas, que suas vitórias sejam gloriosas, e que seu espírito sério, lúcido, decidido e humilde continue a brilhar como um farol para todos nós.

Prof. Dr. Pedro Ferreira de Lima Filho é

Filósofo, Pedagogo, Teólogo, Pós-graduado em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário, Especialista Educação Especial e Inclusiva, e em Ensino Religioso, Mestre em Bíblia, Doutor em Teologia, Professor Universitário e Membro Colaborador da Comissão de Estudos sobre o Tribunal do Júri (CETJ) da Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE).

E-mail: filho9@icloud.com