seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

Folha entrevista professor Murilo Ángeli, coautor de “Noções Essenciais de Direito”

Postado à, 2 dias atrás | 6 minutos de leitura

Folha entrevista professor Murilo Ángeli, coautor de “Noções Essenciais de Direito”
Nesta entrevista o Professor Murilo Ángeli dos Santos, coautor da obra Noções Essenciais de Direito  que está em sua 6ª edição neste ano de 2020 fala um pouco sobre a obra e sua relação com Piraju e região e as novidades da edição lançada este ano que está sendo muito requisitada especialmente por aqueles que precisam justamente de noções básicas e imprescindíveis de direito no seu dia a dia.
Folha de Piraju – Quais as novidades dessa edição de 2020?
PROF. MURILO – Essa 6ª edição foi reestruturada para continuar a atender seu propósito de servir aos profissionais da área de gestão e contabilidade e como livro-texto das disciplinas jurídicas dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Engenharias, Psicologia e Tecnológicos de Gestão. Está atualizada conforme as mais recentes alterações legislativas, especialmente as trazidas pela Lei n. 13.853/2019, que alterou a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais; pela nova Lei de Franquia Empresarial; e pela Lei de Liberdade Econômica, que modificou o Código Civil, a Lei das S/A, a CLT, entre outras normas.
Folha de Piraju – Conte-nos um pouco de sua trajetória profissional como advogado, professor.
PROF. MURILO – Comecei na advocacia há 20 anos em Campinas, minha cidade natal. Em 2002 adveio o novo Código Civil, que mudou muita coisa do que eu havia aprendido durante a faculdade e me fez perceber que conhecer o Direito não era simplesmente decorar leis e acompanhar a jurisprudência. Foi então que resolvi fazer a faculdade de Filosofia e nela, além de aprender a pensar o Direito, fui incentivado pelos professores a seguir uma carreira acadêmica. Com esse incentivo entrei no mestrado em Filosofia Política e do Direito, quando consegui reunir meu aprendizado em Direito e em Filosofia e resolvi lecionar. Na época minha namorada, hoje esposa, morava em Santa Cruz do Rio Pardo e não conseguiu transferir seu trabalho para Campinas. Assim comecei minha carreira de professor nos cursos de Direito e Administração da UNIFIO, em Ourinhos.
Folha de Piraju – Qual a sua relação com Piraju e região?
PROF. MURILO – Minha esposa trabalhou em um dos bancos de Piraju entre 2007 e 2013, mesmo período em que eu lecionei na UNIFIO e na UEL. Apesar de ter que viajar bastante para lecionar, preferimos morar em Piraju com nossos filhos por sermos apaixonados pela cidade. Aproveitamos muito esse tempo admirando as belezas naturais, tomando o maravilhoso café de Piraju e Tejupá e aproveitando as diversas opções de lazer oferecidas pelas cachoeiras, pelo lindo Rio Paranapanema e pelos restaurantes e bares da cidade. Foi uma época inesquecível que permitiu nossa convivência com pessoas maravilhosas, muitas delas nossas amigas até hoje.
Folha de Piraju – Como surgiu o livro?
PROF. MURILO – Recebi em 2013 uma proposta para trabalhar na área acadêmica da Editora Saraiva em São Paulo e aceitei imediatamente pois sempre admirei muito essa empresa. Na Saraiva convivi com grandes profissionais: editores, revisores, diagramadores e, obviamente, autores. Esse ambiente me permitiu conhecer o Professor Nélson Palaia que, juntamente com os editores responsáveis pela obra, me convidou para apoiá-lo inicialmente na atualização da 5ª edição e, depois, na coautoria dessa 6ª edição que foi reestruturada e trouxe diversos temas novos.
Folha de Piraju – É uma obra destinada a qual público?
PROF. MURILO – A primeira edição, de 2002, foi concebida pelo Professor Palaia para atender aos seus alunos de “Noções Gerais de Direito” na faculdade de tecnologia da FAAP. Porém além desses estudantes, a obra agradou muita gente e acabou adotada como bibliografia básica de disciplinas jurídicas de vários cursos de graduação da instituição. Com o sucesso da obra, novas edições foram publicadas com atualizações e até hoje é procurada por leitores de áreas não jurídicas mas que precisam conhecer o Direito.
 
Folha de Piraju – Como é fazer o lançamento de um livro longe dos leitores?
PROF. MURILO – Eu adoraria poder falar presencialmente sobre a obra em diversas cidades e para diversos públicos. Certamente Ourinhos, Londrina, Lençóis Paulista e São Paulo, cidades em que lecionei, seriam contempladas. Eu também teria grande prazer em fazer lançamentos presenciais em outras cidades do Brasil, especialmente em Piraju e Campinas por serem cidades em que tenho muitos amigos. Infelizmente devido à COVID-19 as reuniões presenciais não são recomendadas, mas há uma grande proximidade com os leitores por meio das redes sociais. A obra inclusive tem canais no Instagram, Facebook e Telegram que aproximam muito os leitores dos autores.
Na foto os autores do livro.