seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

notícias

Voltar

Fios caídos causaram acidente em Piraju. De quem é a responsabilidade ?

Postado à, 348 dias atrás | 7 minutos de leitura

Fios caídos causaram acidente em Piraju. De quem é a responsabilidade ?

 

Dia 23 de fevereiro a Folha de Piraju filmou e postou ao vivo um caminhão cujo motorista fazia manobra na esquina da Francisca Leonel com a Carlos de Campos em Piraju e na sua movimentação arrebentou a fiação da internet e telefonia no local, deixando tudo caído. 
Um dia antes havia acontecido o mesmo, exatamente naquele local, que é próximo à redação do jornal. A Folha  também relatou que um funcionário da CPFL que não estava a serviço, passando pelo local, desceu do seu carro particular, cortou os fios pendurados no meio da rua para evitar acidentes, atitude que outros não tiveram porque as pessoas sempre têm receio de mexer com fios e poder tomar choque.
Não é que menos de uma semana depois da postagem da Folha de Piraju trazendo esse tema, um motociclista em outra área da cidade, na rua Tertuliano Gonçalves foi vítima dessa fiação caída.
Interessante que uma senhora abordou a editora da Folha de Piraju, Maria Ângela, na rua para contar que tinha visto a postagem do jornal e as críticas ao fato de questionarmos que caminhões grandes façam manobras no centro da cidade. Ela achou que nossa postagem alertava para uma realidade e contou então que o que temíamos acaba de acontecer: um motorista tinha ficado bem ferido após passar de motocicleta por um fio desses caído, derrubado por algum veículo grande. O que pode realmente ter acontecido naquele trecho da Tertuliano que além de ser passagem para a avnida Humberto Martignoni tem vários estabelecimentos que precisam de carga e descarga.
Entendam não estamos nesta reportagem criticando caminhão, donos de estabelecimentos, motoristas, empresas de provedores de internet ou telefonia, apenas apontando para um problema que pode causar (e causou) acidentes graves se não for encaminhada alguma solução sobre quem é o responsável nesses casos.
Falamos sobre a fiscalização que pela pesquisa que fizemos deveria ser feita pela concessionária que faz a locação do compartilhamento dos postes.
As fotos e vídeo publicado pelo jornal em  nossa página no Facebook gerou mais de 3 mil comentários e quase todos criticavam a postagem  achando que atacamos o motorista, e outros falavam da fiação, da altura etc.
A realidade é que o problema prossegue. 
Nos comentários levantaram a questão de que a Folha teria ficado sem internet. Não foi o caso, mas a fiação de internet é importante porque hoje  quase todos usam isso de forma profissional para trabalhar em home office. Tem então que haver um equilibrio nessa questão.

 

Cristiano Amorim, na sua página de jornalismo Minuto do Amorim trouxe uma reportagem sobre o caso e até veiculou imagens feitas pela Folha de Piraju do caminhão que derrubou os fios aqui nas proximidades da redação.
A Folha de Piraju fez uma pesquisa sobre as regras  de compartilhamento de postes de Rede Elétrica por outras empresas que no caso a CPFL denomina como Ocupante. A partilha do poste é cobrada pela empresa do ocupante pelo que apuramos, ou seja as empresas de telefonia e internet pagam para usar os postes. A informação sobre a cobrança foi confirmada por Adriano Frigo, engenheiro da prefeitura de Piraju.
Vejam o que diz um manual da CPFL sobre o compartilhamento do poste: "Pessoa jurídica titular de concessão, permissão ou autorização para exploração de serviços de energia elétrica, telecomunicações de interesse coletivo, (...) os quais ocupam a infraestrutura disponibilizada pelo Detentor mediante contrato celebrado entre as partes. Também pode ser denominado Usuário ou Solicitante".
Pelo que verificamos a fiação de alta e baixa tensão está na altura correta, as demais não é possível informar, já que não há uma divulgação clara sobre o tema pela concessionária. Optamos pela falta de manifestação da proprietária dos postes sobre as reportagens do jornal e do Minuto do Amorim em publicar uma foto de postes nas proximidades da nossa  redação, só por ai já se pode ver a confusão de fios. Quanto ao transito de caminhões pesados na área central da cidade é uma questão que precisará com o tempo ser debatida entre vereadores, administração pública e setores envolvidos, já que Piraju é uma estância turística.
Neste material os vídeos da Folha de Piraju, de Cristiano Amorim e as fotos dos postes nas imediações e em frente a redação que pela confusão dos fios falam por si. Importante que a CPFL explique quem tem que fiscalizar as empresas de internet e cuidar dessa questão da altura dos fios que está causando acidentes como esse e também trazendo desconforto já que a os postes pertencem à distribuidora de energia que loca o compartilhamento do espaço nos mesmos com os solicitantes.
Aqui se vê que os fios de alta tensão estão na altura de segurança, mas  a partir da baixa tensão (fios cores)  
tem uma profusão de fios. A foto abaixo é um pouco acima na Carlos de Campos. Olhem a confusão.