seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

Piraju relembra indígenas nos 200 anos da Independência no 7 de setembro

Postado à, 106 dias atrás | 10 minutos de leitura

Piraju relembra indígenas nos 200 anos da Independência no 7 de setembro

A prefeitura de Piraju e parceiros comemoram os 200 anos de independência do Brasil 

com uma homenagem aos primeiros habitantes do continente americano.

COLABOROU COM Texto Gervásio Pozza

A pedido do prefeito José Maria Costa, a cultura de Piraju e parceiros – Grupo Ubuntu Caraguatatuba- Ceramista, FUNDACC, Sebrae e Loja Maçônica – irão valorizar os povos indígenas que ainda vivem no Brasil, incluindo os que viviam no local onde a cidade de Piraju foi fundada, às margens do rio Paranapanema. “É uma forma de reconhecimento por um passado e um presente que ainda permite ao Brasil vários benefícios e vantagens, ainda não totalmente valorizados. Em Piraju, até mesmo o nome da cidade – peixe amarelo – é originário de uma das línguas indígenas”, diz o artista Carlo Cury, um dos idealizadores dos eventos.

 
Cidade valoriza suas origens que se reflete até no nome “peixe amarelo”
 
A prefeitura de Piraju e parceiros comemorarão os 200 anos de independência do Brasil com uma homenagem à população indígena, que formaram as primeiras nações no continente americano, ainda hoje sofrendo grandes preconceitos. A pedido do prefeito José Maria Costa, a cultura de Piraju e parceiros irão valorizar os povos que ainda vivem no Brasil. O próprio local onde a cidade de Piraju foi fundada, às margens do rio Paranapanema, era habitada pelos Caiuás.
Sob o título de “Origens Nativos, Relembrando Nossas Origens”, vários eventos acontecerão por meio de parceria inédita do Departamento de Cultura de Piraju com a FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, SEBRAE – Regional de Ourinhos, Grupo Ubuntu Caraguatatuba - Ceramistas, Loja Maçônica Cavalheiros do Sul e Universidade de São Paulo/Casa da USP.
A abertura será dia 2 de setembro, sexta-feira, a partir das, 17 horas, numa Roda de Conversa com os artistas Carlo Cury, Cláudia Canova e Lu Chiata, sobre o tema arte e cerâmica indígenas, turismo e cultura. O evento abre a exposição “Pré-história Pirajuense”, da Casa da USP, que vai até 04/11, e também a exposição “Fazeres na Tradição em Cerâmica”, do Grupo Ubuntu. O professor Dr. Astolfo Gomes Mello Araújo, diretor da Casa da USP de Piraju estará presente, além de autoridades do Judiciário, Legislativo e Executivo.
O consultor Ricardo Campos, do SEBRAE – Regional de Ourinhos, explicou que a Palestra sobre Inteligência Emocional permite aos participantes compreender como o reconhecimento das emoções pode favorecer melhores resultados no empreendedorismo, levando todos a rever suas atitudes para aprimorar suas competências emocionais, não apenas produtivas. Trata-se de ação do SEBRAE já feita em parceria com o Rede Brasil Afroempreendedor e outras entidades ligadas a pequenos empreendimentos.
A exposição ‘Fazeres da Tradição’ tem como temática a cerâmica indígena, tanto das etnias que ainda produzem objetos na atualidade, como as que deixaram de produzir e, também, daquelas já extintas.
A exposição “A grande Maloca” é composta por um conjunto de 32 máscaras e 8 objetos de criação. Trata-se de uma faceta do projeto homônimo, que inclui a produção de máscaras das 305 etnias brasileiras, além de peças em cerâmica. A pergunta básica que motiva a exposição é: quais são as nossas origens? Num país colonizado como o Brasil, muitas vezes os povos nativos são negligenciados.
A exposição “Pré-história de Piraju”, no museu da USP, apresentará peças de sítios arqueológicos do município, num espaço que nos últimos anos foi priorizado pela Universidade ao finalizar os investimentos na estrutura do Centro de Arqueologia Ambiental “Mário Neme”.
O objetivo dos eventos é a valorização da cultura indígena em seus diversos aspectos, tanto emocional quanto racional e cultural. Numa sociedade justa e moderna não há espaço para preconceitos. Além do sentido de resgate histórico, as exposições trazem muito conhecimento, além de técnicas cerâmicas criativas.
A Loja Maçônica apoiará a apresentação do Clube da Viola no dia 9 de outubro, no Parque FECAPI, como forma de fortalecer o gênero musical sertanejo em nossa cidade, tão caro à história dos paulistas. A Loja está envolvendo a comunidade num projeto de incentivo ao sertanejo raiz em Piraju e região. Embora pouco conhecido, o apoio da Maçonaria foi decisivo para as atitudes de Dom Pedro que levaram à separação com o império português.
Com a palestra “Arqueologia paulista e os Caiuás em Piraju”, junto aos professores da rede municipal, os professores doutores da USP, Astolfo G. Melo Araújo, USP), Glauco C. Perez e Letícia C. Correa, trarão ricas informações sobre nosso passado, a partir do qual o Departamento de Educação receberá um conteúdo elaborado na forma de caderno de aula, para ser trabalhado com os alunos do Ensino Fundamental da cidade.
No encerramento, haverá um encontro com o tema “Introdução ao Artesanato em Cerâmica”, com artista Carlo Cury, que trará sua contribuição como artista conhecido no Brasil e exterior para o turismo e artesanato locais, apresentando técnicas e ideias que poderão ser desenvolvidas por artistas locais.
Projeto ‘Origens Nativos, Relembrando Nossas Origens’
Descrição: Evento na cidade de Piraju (SP) comemorativo dos 200 anos da independência do Brasil
Programação:
Período: de 02/09 a 04/11/2022
Evento: Gratuito
Local: Casa da USP/Centro de Arqueologia Ambiental “Mário Neme” e Centro de Convenções “Dr. Richardson Louzada”
Mais informações: (14) 3305-9048
Programação:
-02/09, roda de Conversa com os artistas Carlo Cury, Cláudia Canova e Lu Chiata, às 17h no Museu Arqueológico/Casa da USP;
-de 02/09 até 03/11/2022, das 9 às 17h, exposição “Fazeres na Tradição em Cerâmica” da FUNDACC/Ubuntu, no Museu Arqueológico/Casa da USP;
-de 02/09 até 04/11/2022, das 9 às 17h, exposição “Pré-história Pirajuense” da USP, no Museu Arqueológico/Casa da USP;
-de 05/09 até 04/11/2022, das 9 às 17h, exposição “A Grande Maloca”, do Grupo Ubuntu, no Centro de Convenções ‘Dr. Richardson Louzada’;
-20/09, palestra Descomplique: Inteligência Emocional, do SEBRAE, no Centro de Convenções ‘Dr. Richardson Louzada’;
-09/10, apresentação do “Clube da Viola” no Parque FECAPI, com apoio da Loja Maçônica de Piraju;
-25/10, palestra “Arqueologia paulista e os Caiuás em Piraju”, com o professores doutores da USP, Astolfo G. Melo Araújo, USP), Glauco C. Perez e Letícia C. Correa, no Centro de Convenções ‘Dr. Richardson Louzada’;
-04/11: “Introdução ao artesanato em cerâmica”, com artista Carlo Cury, no Centro de Convenções ‘Dr. Richardson Louzada’.
 
Prof. Dr. Astolfo C. Mello Araújo, diretor do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP
 
Foto-02-interna:
Centro de Arqueologia “Maria Neme” terá exposição especial de peças arqueológicas de Piraju
 
Clube a Viola, com apoio da Maçonaria, fará apresentação musical
 
Peças da exposição “Fazeres da Tradição”, que trará peças cerâmicas artísticas admiradas até no exterior
 
Carlo Cury, pirajuense, filho de Quitéria e Gilberto Cury, estará em Piraju expondo e ensinando princípios da arte cerâmica