seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

NOTA PÚBLICA DO HOSPITAL DE PIRAJU : A REAL FUNÇÃO DE UM PRONTO SOCORRO

Postado à, 34 dias atrás | 5 minutos de leitura

NOTA PÚBLICA DO HOSPITAL DE PIRAJU :  A REAL FUNÇÃO DE UM PRONTO SOCORRO
NOTA PÚBLICA
A REAL FUNÇÃO DE UM PRONTO SOCORRO
Volta e meia é divulgada na imprensa alguma reclamação de demora ou mau
atendimento de pacientes na Unidade de Urgência e Emergência (Pronto Socorro)
do Hospital de Piraju, na maioria delas sem ter sido ouvida a administração do
hospital ou procurado esclarecimento sobre a procedência ou não da reclamação
do paciente. Sempre que isso acontece, geralmente permanecem dúvidas sobre o
que ocorreu, porque a diretoria não pode vir a público esclarecer situações que são
exclusivas do paciente e não podem ser expostas.
A real função do Pronto Socorro de um hospital, como o próprio nome diz, é
atender pacientes que estejam em estado de urgência ou emergência, isto é,
pessoas que correm risco iminente de vida, como acidentados, suspeita de infartos,
derrames, apendicite, pneumonia, fraturas, entre outras complicações.
Essa informação é o caminho correto para o bom atendimento, uma vez que a cada
10 pessoas que procuram o Serviço, em média, 8 não são casos de urgência. Em
geral, esses casos poderiam ser atendidos com hora marcada em consultórios ou
postos de saúde. E esses mesmos casos são responsáveis pelo aumento do tempo
de espera causado aos que necessitam de atendimento de urgência, uma vez que
os casos mais graves demandam mais tempo da equipe.
Outro item que dificulta o trabalho da equipe no Pronto Socorro é o número
exagerado de acompanhantes, o que causa a sensação de superlotação e aumenta
o risco de contaminação. O Pronto Socorro também não é o lugar certo para
solicitação de exames, troca de receitas, atestados de saúde e outros
procedimentos que não sejam de urgência.
O uso consciente por parte dos usuários colabora para o melhor funcionamento do
Pronto Socorro, diminuindo o tempo de espera e melhorando o fluxo do
atendimento médico-hospitalar.
As pessoas se esquecem que o Hospital de Piraju é uma instituição filantrópica
privada, que presta serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS) em caráter
complementar, por meio de instrumento contratual.
No caso específico do Pronto Socorro (urgência e emergência), as obrigações do
Hospital de Piraju decorrem do que consta no contrato SUS, que por sua vez decorre do que está previsto na Constituição Federal e nas Leis Ordinárias
organizativas do Sistema Único de Saúde (SUS) e em Normas Regulamentares do
próprio SUS, especificamente as Leis 8080/90 e 8142/90, Normas Operacionais
Básicas (NOB 01/96) e Normas Operacionais de Assistência à Saúde (NOAS 01/02),
dentre vasta legislação a respeito.
Apesar disso, o Hospital de Piraju jamais deixou de atender pacientes, embora, pela
legislação citada, tivesse obrigação de atender somente os casos classificados
como tal na acepção da lei, ou seja, urgência e emergência.
A superlotação do Pronto Socorro, diferente do que muitos pensam, não decorre
somente do afluxo de cidadãos de Piraju, Sarutaiá e Tejupá, mas também de outras
localidades. Portanto, o conhecimento e a colaboração dos cidadãos são
imprescindíveis para um perfeito funcionamento do sistema. O próprio site do
Ministério da Saúde publica cartilha destinada aos usuários do sistema de saúde,
com objetivo de educá-lo para os seus direitos e responsabilidades.
Tudo é acompanhado e fiscalizado pela própria Secretaria Estadual de Saúde e
outros órgãos públicos de fiscalização e acompanhamento dos contratos.
Buscamos sempre fazer o melhor, porém é necessário que a população entenda o
real significado de uma unidade de urgência e emergência e colabore para que o
fluxo de pessoas seja o mais adequado possível.
SOCIEDADE DE BENEFICÊNCIA DE PIRAJU