seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

CTG Brasil inicia implantação do Plano de Ação de Emergência na Usina Jurumirim

Postado à, 30 dias atrás | 5 minutos de leitura

CTG Brasil inicia implantação do Plano de Ação de Emergência na Usina Jurumirim
Ação preventiva em Zona de Autossalvamento da barragem inclui instalação de placas de sinalização de rotas de evacuação e torres de sirenes
 
 A CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa no País, em parceria com as defesas civis dos municípios de Piraju e Cerqueira Cesar, dará início à instalação de placas de sinalização de rotas de evacuação e torres de sirenes na Zona de Autossalvamento (ZAS), área de impacto imediato à jusante da Usina Hidrelétrica Jurumirim. A ação preventiva é uma importante etapa do processo de implantação do Plano de Ação de Emergência (PAE) da Usina Jurumirim e visa orientar a população sobre os procedimentos de segurança em áreas de risco.
 
As torres de sirenes, em caso de emergência na barragem, terão o papel de alertar, por meio da emissão de sinal sonoro, a população que vive na ZAS para se dirigirem até o ponto de segurança mais próximo utilizando as rotas de evacuação.
 
“É importante reforçar que todas as ações previstas no Plano de Ação de Emergência (PAE) são preventivas. Elas visam garantir a segurança estrutural e operacional do empreendimento, bem como proteger e minimizar os impactos à comunidade e ao meio ambiente em uma eventual situação de emergência. Todas as empresas que operam grandes empreendimentos, como usinas hidrelétricas, precisam ter seus respectivos PAE”, diz Pedro Nunes, gerente de Segurança de Barragem da CTG Brasil.
 
Nunes destaca ainda que todas as usinas operadas pela CTG Brasil são seguras, consideradas de baixo risco e operam dentro do que rege a Lei de Segurança de Barragens.
 
“A empresa realiza intenso e permanente trabalho de monitoramento e controle das condições de segurança, com objetivo de identificar previamente qualquer comportamento irregular. Esse monitoramento é realizado por equipe altamente especializada, por meio de processos técnicos e de gestão criteriosos e bem definidos, com uso de tecnologia de ponta e em conformidade com as diretrizes definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)”, completa.
 
A implantação do PAE da Usina Jurumirim, sob a responsabilidade da CTG Brasil, vem sendo alinhada com as demais concessionárias de usinas hidrelétricas instaladas na região.
 
Próximos passos
 
A comunidade local e especialmente os moradores que vivem na Zona de Autossalvamento serão informados pela CTG Brasil sobre todas as ações a serem executadas referentes ao PAE por diversos meios de comunicação, incluindo carros de som e postagens nas redes sociais.
 
Após a conclusão da implantação das rotas de evacuação e sirenes, a próxima etapa do PAE inclui convidar a população que reside nessas áreas para exercícios simulados de evacuação, em conjunto com as defesas civis municipais.
 
Além de Jurumirim, a empresa está implantando o PAE nas outras 13 usinas sob sua concessão, distribuídas por cinco Estados. As ações preventivas em parceria com as prefeituras e defesas civis envolvem ao todo 32 municípios.
 
Sobre a CTG Brasil
 
A CTG Brasil trabalha para desenvolver o mundo com energia limpa em larga escala. Segunda maior geradora privada de energia do País, conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com a matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente. A empresa tem investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, com capacidade instalada total de 8,3 GW. Criada em 2013, é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em geração de energia limpa.