seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

notícias

Voltar

AVARÉ Suspeito de matar jovem pirajuense de 18 anos é preso pela Polícia Civil. Veja o vídeo.

Postado à, 14 dias atrás | 5 minutos de leitura

AVARÉ Suspeito de matar jovem pirajuense de 18 anos é preso pela Polícia Civil. Veja o vídeo.
Allexandra Alves de Oliveira foi encontrada morta em um loteamento no Jardim Dona Laura. O acusado já ficou preso por 19 anos, pela prática de homicídio. A  vítima era natural de Piraju e tinha 18 anos.
 
A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prendeu no final da tarde de segunda-feira, dia 21/11, em Avaré, um homem suspeito de matar a jovem Allexandra Alves de Oliveira, de 18 anos. O corpo da vítima foi encontrado no dia 21 de outubro, despido, em uma área de mata no Jardim Dona Laura, local onde atualmente existe um loteamento.
Segundo a DIG, durante a investigação, testemunhas relataram que o suspeito, de 40 anos, foi visto com a jovem e amigos em uma “balada” no Jardim São Felipe na noite de 08/10/22.  Ela e o investigado teriam consumido drogas e saído juntos do local. O desaparecimento da vítima foi notado no dia seguinte. 
Ainda de acordo com a DIG, o suspeito admitiu que estava com a garota na “balada” e que depois saiu com a mesma, a pé, com destino à casa dele, na Vila Martins III, onde teriam chegado por volta das 6h30min.  Ele relatou que teve que levar a moça embora porque a mesma estava descontrolada e causando problemas. A mãe do acusado ordenou que eles saíssem. Então foi com a moça até às proximidades da Associação Athlética Avareense, de onde retornou para casa sozinho. Alegou, ainda, que depois não teve mais contato com a jovem.  
Contudo, alterou sua versão após ter sido confrontado pelos investigadores com imagens captadas por câmeras de vigilância que provaram que ele estava na companhia da jovem, em um primeiro momento, às 06h41 do dia 09/10, próximo à escola Matilde Vieira, e, depois, às 10h18 do mesmo dia, caminhando sozinho em uma estrada próxima do local onde o corpo da vítima foi encontrado.
Acompanhado de uma advogada, o acusado disse que na manhã de 09/10/22, um domingo, após sair da balada, foi com a vítima na casa dele e que a deixou trancada no quarto. Disse que saiu e retornou momentos depois com cocaína, e que ambos consumiram a droga. Depois saíram novamente e foram até um matagal, onde mantiveram relações sexuais e fizeram uso de mais cocaína. 
O suspeito relatou ainda que, depois disso, Allexandra teve um mal súbito e caiu, com o nariz ensanguentado. Assim que percebeu que a moça estava sem vida, decidiu ir embora para casa, por temer prisão por assassinato.
Para o delegado Fabiano Ribeiro Ferreira da Silva, titular da DIG de Avaré,  as evidências reunidas por sua equipe até o momento, somadas ao fato de que o suspeito cumpriu pena de 19 anos pela prática de homicídio, são indicativas de que a jovem foi morta por ele e deixada no local. “Temos indícios suficientes de autoria e materialidade. Nossa posição é de que o investigado se desentendeu com a vítima e provavelmente a estrangulou. Ele será indiciado por feminicídio e estupro” declarou Fabiano.
O autor estava em liberdade há apenas 5 meses.  Ele ficará detido provisoriamente na Unidade de Transição de Presos de Piraju a fim de que as investigações prossigam sem a sua interferência. A intenção da Polícia Civil é fazer com que o suspeito permaneça preso até decisão final da Justiça. 
Na sequência: suspeito caminha pelo centro da cidade com a vítima na madrugada do dia 09/10 em imagens captadas no centro da cidade mostram o suspeito e a vítima; suspeito e vítima passando em frente à escolta Matilde Vieira
Local onde o corpo foi encontrado
Print de imagem de câmera de vigilância mostra o acusado caminhando sozinho na manhã do dia 09/10 no local onde hoje fica um loteamento