seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

notícias

Voltar

Adélia Prado: A Alma Poética de Minas Gerais

Postado à, 10 dias atrás | 5 minutos de leitura

Adélia Prado: A Alma Poética de Minas Gerais
Adélia Prado, a venerada poetisa brasileira nascida nas terras férteis de Minas Gerais, alcançou um feito histórico ao ser agraciada com o prestigioso Prêmio Camões 2024. Em uma cerimônia emocionante realizada no dia 25 de junho, em Lisboa, Portugal, com seus 88 anos de idade, sua vida e obra se entrelaçam como um testemunho vivo da riqueza cultural e da profundidade emocional que permeiam sua poesia.
 
A trajetória literária de Adélia Prado é marcada por uma profunda conexão com sua terra natal, inspirando-se nos cenários e nas pessoas que moldaram sua visão de mundo. Suas palavras fluem como um rio sereno, carregando consigo a essência da vida cotidiana, dos amores singelos e das reflexões espirituais que ecoam na alma do leitor.
 
Desde jovem, Adélia despertou a atenção de grandes nomes da literatura brasileira, como Carlos Drummond de Andrade, que reconheceu sua genialidade poética em crônicas admirativas. Sua obra é um testemunho do poder transformador da linguagem, capaz de capturar a complexidade humana e transfigurá-la em versos que ecoam na eternidade.
 
Ao longo das décadas, Adélia Prado se consolidou como uma das vozes mais autênticas e originais da literatura de língua portuguesa. Seus poemas são um convite à introspecção, à celebração da vida e à contemplação das profundezas do ser. Cada verso é um universo em si, onde a simplicidade se entrelaça com a profundidade filosófica de maneira única e tocante.
 
O Prêmio Camões 2024 reconhece não apenas a maestria poética de Adélia Prado, mas também seu impacto duradouro na literatura mundial. Este prêmio, que celebra aqueles que enriquecem e projetam a cultura lusófona, destaca sua contribuição ímpar para o patrimônio literário da humanidade.
 
O júri, composto por destacados acadêmicos de Portugal, Brasil e Moçambique, ressaltou a singularidade de sua voz poética e a universalidade de seus temas, que transcendem fronteiras geográficas e culturais. Adélia Prado não apenas representa a essência da alma brasileira, mas também se tornou um ícone da literatura universal, cuja influência perdurará por gerações.
 
Seus versos são um convite à contemplação da beleza efêmera da existência humana, à celebração dos pequenos milagres do cotidiano e à reflexão sobre os mistérios do amor e da espiritualidade. Cada poema é um ato de resistência contra o esquecimento, uma celebração da vida em toda a sua complexidade e fragilidade.
 
Adélia Prado, com sua humildade característica e sua profunda sabedoria, continua a inspirar não apenas os leitores de sua geração, mas também aqueles que estão por vir. Seu legado é um farol de luz no vasto oceano da literatura contemporânea, lembrando-nos da importância de honrar a beleza e a profundidade da experiência humana através da arte.
 
O Prêmio Camões é mais do que um reconhecimento merecido; é um tributo à perseverança, à dedicação e à paixão que Adélia Prado dedicou à sua arte ao longo de uma vida inteira. Sua voz, eternizada em cada verso, continua a ecoar, enriquecendo o mundo com sua poesia que transcende tempo e espaço.
 
Prof. Dr. Pedro Ferreira de Lima Filho é Filósofo, Pedagogo, Teólogo, Pós-graduado em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário, Especialista em Educação Especial e Inclusiva, e em Ensino Religioso, Mestre em Bíblia, Doutor em Teologia, Professor Universitário e Membro Colaborador da Comissão de Estudos sobre o Tribunal do Júri (CETJ) da Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE). 
E-mail: filho9@icloud.com
 
A seguir vc pode conferir uma das entrevistas que  Adélia Prado deu ao programa Roda Vida em 2014.