seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

notícias

Voltar

Azulão, maior time da história da cidade de Piraju

Postado à, 170 dias atrás | 4 minutos de leitura

Azulão, maior time da história da cidade de Piraju
Poucos sabem tanto do futebol pirajuense quanto ele. Nelsinho Motta é  uma enciclopédia. Vai alinhavando os fatos, recorda as datas e conta detalhes. Impossível encontrá-lo para uma conversa de dois minutos.  
   Dias destes fiquei um tempão falando com o Nelsinho numa calçada da praça onde nos encontramos por acaso. Fiquei ouvindo ele falar do futebol pirajuense, das feras que passaram por aqui, dos ídolos, do Azulão maior time da história da cidade que teve nas suas fileiras  Nenê, Peter, Crespo, Macalé, Wilson, Babá, dos meninos do Dom Bosco, Corintinha do bairro Alto, do Reta, e por ai afora. 
   Nelson Motta conta como o endiabrado  ponta Peter chega  ao  Azulão,  time de Piraju dirigido pelo professor Miguel Cáceres, o Miguelito. 
   O pai  do Peter, recorda Nelsinho,  tinha o circo Sandra e Peter fazia uma participação de malabarismo no palco  controlando uma bola por quase cinco minutos. Sentando na fileira da frente  Vitrolinha, auxiliar de Miguelito,  acompanhava tudo e  não  tirava os olhos daquele rapaizinho que controlava a bola com maestria feito um "craque".
  Vitrolinha corre e  conta pra   Zezé  Motta sobre as diabruras do rapaz  do circo com a bola. "Seo Zezé o rapaz é  gênio vai ser o craque nosso" teria dito Vitrola ao chefe.
         Zezé  Motta  imediatamente pediu pra Peter treinar no Azulão. Queria avaliá-lo. No primeiro treino amistoso o garoto do circo marcou três gols, deu dois "chapéus" no marcador. Zezé Motta tio de Nelsinho Motta e de Jose Augusto Motta, teria pedido pra Vitrolinha comprar imediatamente uma chuteira nova para o novo ponteiro do Piraju Futebol Clube.  Depois disso todo mundo já sabe o que aconteceu.
   Peter marcou 54 gols com a camisa do Azulão. Jogou tanto que foi contratado pelo São Paulo FC. Ele e o meio campo Nenê outra descoberta do Azulão.  "Zezé Motta foi buscá-lo num time amador de Bauru", recorda Nelson. 
  Zé Augusto Motta, irmão de Nelson jogou em vários times da cidade, inclusive no sempre lembrado Dom Bosco  pelo qual passaram os grandes nomes do futebol pirajuense, como Ari Marques, Nobre, Zé Augusto Motta, Cuca, Negrobranco entre outros.
 Eu e o Nelsinho juntamos a fome com a vontade de comer afinal eu também gosto de falar de futebol. É isso que levamos da vida. O esporte faz amigos, faz bem à saúde.  
 
 
Dirceu Cabral, jornalista - com passagem pela Jovem Pan, Bandeirantes, FolhaSP, Estadão. Foi Assessor do São Paulo FC. Mora em Piraju  atualmente onde tem diversos amigos , muitos da área esportiva . Dirceu é de Timburi. Tem colaborado com a Folha de Piraju e e entre seus temas a cidade  boas histórias de pessoas daqui e de outros locais e as amizades.