seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

blog

Voltar “Nossa Senhora dos Espinhos” por Pe. Luiz A. Pereira

19/SET - 19
SET
“Nossa Senhora dos Espinhos” por Pe. Luiz A. Pereira

O Santuário de “Nossa Senhora dos Espinhos”
está situado no meio dos campos, na metade da
estrada entre as cidadezinhas de Gramignazzo e
Borgonovo, Itália. Este Santuário mariano foi votado
a culto desde o ano de 1489, enquanto que no ano
de 1600 foi edificado o atual edifício com base
otagonal. Nas origens se tratava de uma edícula de
modéstias dimenções, edificada nos fins de século
XV, por um tal de Mastro Achille. É dificil individuar
as fases de transformações e as características
arquitetônicas que se susseguiram no tempo, mas
certamente hoje se apresenta com um implante de
forte impronta setecentista.
Muito precioso é o portal de ingresso, que é
caracterizado por painéis entalhados em estilo
francês, cuja execução é certamente atribuida aos
mesmos artesãos que trabalharam para o vizinho
Palácio Ducal de “Colorno”. Foi provavelemente
erigido por iniciativa atribuida aos irmãos Giovanni
Battista e Francesco e Bartolomeo Bonesi, já donos
do imóvel no ano de 1763, ano em que se presume
tenha sido colocada na parede de ingresso a imagem
da Virgem. Esta pintura de Nossa Senhora com o
Menino, remonta ao século XV, do qual não se
conhece as origens, nem mesmo o seu autor, é
enquadrado in un’ancona, nicho, do ano 1700. Tal
pintura, foi instalada no santuário depois de ter sido
retirado da edícula que, com muita probabilidade, já
existia antes na área e que antecedeu à construção
do orátorio. A Virgem é representada com uma veste
vermelha e manto azul, coroada com uma auréola de
fulgor, de luz, e, no seu ventre está sentado o seu
Filho, que oferece um ramo de espinhos.
Este complexo religioso foi doado pelos
irmãos Bonesi à diocese de Parma, no dia 11 de abril
de 1763. Inaugurado no ano de 1886, foi declarado
“Santuário” com o decreto de 12 de outubro de 1899
“para dar maior impulso à devoção e crescer o
número dos peregrinos”.
O santuário jubilar é também meta constante
de peregrinações, como testemunham os numerosos
“ex voto” nas paredes do templo. No ano de 1981, o
Papa São João Paulo II, proclamou “Nossa Senhora
dos Espinhos”, como a protetora dos doadores de
sangue. No ano de 2015, Nossa Senhora dos
Espinhos se tornou a padroeira do novo município, e,
só para fins civis, é festejada no dia 18 de setembro.
Na Ordem dos Padres Barnabitas, sabe-se
que, em Moncalieri, Itália, na noite do dia 13 de
outubro de 1960, a Virgem Maria se apresentou,
numa aparição, a um jovem aspirante da Escola para
Irmãos Barnabitas Coadjutores, como a “Nossa
Senhora dos Espinhos”. Sobre a cabeça trazia um
véu roxo, em sinal de penitência, o coração coroado
de espinhos, sinal do descaso dos homens a Deus-
Pai, numa mão uma rosa, símbolo do sacrifício da
missa, e na outra o rosário para a oração, como
poderosos meios de intercessão. Devido à prudência
pedida pela igreja, foi omitido o nome do vidente.
Nossa Senhora dos Espinhos! Rogai por nós!