seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

blog

Voltar “Nossa Senhora dos Bons Livros” por Pe. Luiz Antônio Pereira

25/JUL - 25
JUL
“Nossa Senhora dos Bons Livros” por Pe. Luiz Antônio Pereira

“Nossa Senhora dos Bons Livros”

A devoção a Nossa Senhora é sem dúvida um dos meios mais eficazes de salvação. A sua veneração faz parte da vida da cristandade de todos os tempos, como demonstram as tradições, escrita e oral, da Igreja do Oriente e do Ocidente. Com toda razão, é considerado um dos meios mais eficientes para se chegar a Jesus Cristo, nossa salvação e vida eterna. Como diz São João Paulo II: “Se Cristo é a estrela que conduz a Deus, Maria é a estrela que leva até Jesus”. (São João Paulo II).
São inúmeros os títulos com os quais a Virgem Maria é venerada pelos fiéis devotos, e aqui estamos diante de mais um deles: “Nossa Senhora dos Bons livros”. Este título está ligado ao mundo das artes.
Na ilustração, portanto, temos um quadro representando “Nossa Senhora dos Bons Livros” em azulejo, um tipo de arte muito comum, tanto em Portugal quanto na Espanha.
Nossa Senhora dos Bons Livros! Rogai por nós!
Diante das dúvidas que podem nascer no coração de alguém, a respeito dos vários títulos atribuídos a Nossa Senhora, a narrativa que segue pode ajudar a esclarecer tais perplexidades.
“Uma jovem estava na porta do elevador que esperava, quando apareceu a sua vizinha de porta. Cumprimentaram-se e, puxando conversa, a jovem falou: “Estou indo rezar o terço de Nossa Senhora”. A vizinha ouviu e lhe perguntou: “De qual delas? Vocês inventaram tantas...”
A jovem manteve a calma, ofereceu a Deus aquele momento, depois começou a falar-lhe: “Você tem seu nome, mas, como é que sua filha chama você”? Antes que ela respondesse a jovem continuou: “Chama você de 'mamãe'. E a sua neta a chama de 'vovó'. Seu marido chama você de 'meu bem' ou, quem sabe, de algum apelido carinhoso. Para mim, você é a minha 'vizinha'. Para o zelador do prédio, a 'moradora do 602'. Sua mãe chamava você de 'minha filha querida'....”
O elevador chegou e elas desceram juntas. A jovem ainda lembrou do médico que a chamava de minha 'paciente', o feirante que a chamava de 'freguesa', o comerciante que a chamava de 'cliente' etc. A vizinha estava visivelmente emudecida com a lição. Ao se afastar a jovem concluiu: “Se você que é a minha vizinha, tem tantos títulos, imagine aquela que é a Mãe de Deus, a rainha do Universo?!”
Assim, em todos os lugares em que a nossa Mãe do céu veio nos visitar, ou intercedeu por algum milagre, as pessoas concederam um carinhoso nome para lembrar desses lindos momentos. Ela nunca deixou de se chamar Nossa Senhora; ela sempre foi e sempre será a nossa única e mesma Mãe.
Com um sorriso aquela jovem foi para rezar o seu terço de Nossa Senhora.
“Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco! Bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do Vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém”.