seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

blog

Voltar Nossa Senhora da Serra, por padre Luiz Antônio Pereira

12/MAR - 12
MAR
Nossa Senhora da Serra, por padre Luiz Antônio Pereira

A Espanha é um país de arraigada tradição mariana. Centenas de templos erigidos em honra da Virgem Maria se espalham por pequenas e grandes cidades. Muitas devoções marianas espanholas chegaram a ultrapassar os limites da Península Ibérica, levadas pelos colonizadores, como é o caso de Nossa Senhora do Pilar, considerado o mais antigo título de Nossa Senhora. Outras devoções, mais regionais, permaneceram restritas a certas regiões e províncias, sendo interessante conhecê-las como é o caso de Nossa Senhora da Serra, e assim enriquecer o nosso amor à Mãe de Jesus.
 
Na cidade, com o pitoresco nome de Cabra, portanto, Maria Santíssima é venerada sob este título, da “Serra”. A cidade de Cabra, na Espanha, localiza-se a 78 Km de Córdoba, a capital da província e a 430 km da capital, Madri. Cabra é o centro geográfico da Andaluzia.
 
Segundo a tradição, existia em Cabra um antigo templo grego dedicado à deusa “Fortuna”, sobre o qual se construiu a igreja de São João Batista. Aí venerava-se uma imagem de Nossa Senhora que, conforme a lenda, foi esculpida por São Lucas. No I século da era cristã, a cidade se convertera ao cristianismo, sendo seu primeiro bispo Hissio, discípulo de São Tiago, que doara a imagem da Virgem Maria à cidade.
 
Arsesindo, décimo bispo, escondeu a imagem em uma gruta da serra para impedir que fosse profanada. Depois do domínio muçulmano, a cidade foi reconquistada pelas tropas cristãs em 1244. Pouco depois, como costumava acontecer em todas as aparições naquela época, um pastor encontra a imagem numa gruta situada no monte, hoje conhecido como “El Picacho”. Aí será cultuada Nossa Senhora da Serra.
 
O pastor leva a imagem para o povoado e sucessivamente ela reaparece no monte. Os fiéis resolvem construir uma ermida num ponto da esplanada da montanha chamado “Viñuela”, perto de uma fonte. O material para a construção, várias vezes, é encontrado sobre o monte, próximo à citada gruta, local onde, finalmente, se decide construir a capela. Os habitantes daquela região costumam dizer: “É mais fácil mover o monte que a Virgem”.
 
É provável que a construção da primitiva ermida tenha ocorrido na segunda metade do século XIV. Durante os séculos XVI, XVII e XVIII, o santuário e a devoção à Virgem da Serra passam por diversas vicissitudes. No século XVII, mais precisamente em 1621, a cura de um paralítico, Pedro Martín Pacho, aumenta a devoção popular à Nossa Senhora da Serra. No século XVIII, a imagem só será conduzida à cidade por ocasião de alguma calamidade. O santuário encontra-se a 1.223 m de altitude.
 
Em 1908, por decreto do papa Pio X, a Virgem da Serra foi nomeada e proclamada “Patrona de Cabra”.
 
Nossa Senhora da Serra!
 
Rogai por nós!