seja bem vindo ao portal folha de piraju

Circulação: Cidades e Regiões das Comarcas de Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Avaré

Endereço: Rua Carlos de Campos 177 - Piraju/SP - CEP 18800-000

blog

Voltar “Nossa Senhora a Virgem de Lindon” por Pe. Luiz Antônio Pereira

01/MAI - 01
MAI
“Nossa Senhora a Virgem de Lindon” por Pe. Luiz Antônio Pereira

“Nossa Senhora a Virgem de Lindon”
A Basílica onde se venera a patrona da cidade
de Castellón de la Plana, Espanha, se levanta no
mesmo lugar onde, segundo a tradição, foi
descoberta, em 1366, ao sopé de uma árvore de
amêndoas, a pequena imagem da Virgem, por um
lavrador, Perot de Granyana, enquanto arava a terra.
Num determinado momento da história, a Virgem
recebeu o nome de “Lindon”, que depois veio a se
perpetuar nos séculos.
O primeiro Santuário conhecido é do século
XlV. Posteriormente se ergueram outros dois, em
1670 e 1766. A basílica atual, construída na transição
entre o barroco e o neoclassicismo, se apresenta
como um templo bem proporcionado, com uma nave
de considerável largura, capelas nos dois lados,
comunicadas entre si e um cruzeiro pouco profundo.
Também se dispõe de camarim para subir com mais
facilidade até a imagem.
A pequena figura, supostamente encontrada
em 1366, mede apenas seis centímetros. Das
recentes investigações se supõem que ela possa ser
uma imagem da deusa Isthar, a “grande mãe”,
posteriormente “cristianizada”, com uma cronologia
que remota ao VI milênio a.C., comparados com
outros exemplares frequentemente encontrados entre
os rios Tigre e Eufrates. Sob o subsolo do templo se
localizam restos das culturas romana e árabe.
Este ícone pagão, cristianizado em tempo
incerto, e assumido como figura da Virgem Maria, a
 
- 2 -
 
mãe de Deus, se expõe à veneração numa abertura
praticada no peito de outra imagem de tamanho
maior, a Imaculada Conceição, que adquire com isto,
a condição de imagem-relicário. Está imagem foi
coroada pontifícia e canonicamente pelo Cardeal de
Tarragona, Francesco Vidal Barraquer, no dia 4 de
maio de 1924, dia a ela dedicado. Na mesma data,
setenta e cinco anos depois, se consagrou a con-
catedral castelonense “La Virgem do Lidon”, sendo
Ela a padroeira da cidade de Castellón de la Plane.
Num pequeno museu da Basílica estão
expostas algumas peças de ofertas, imagens e os
mantos da Virgem. No camarim se encontram vários
lenços dos séculos XVII e XVIII. O Santuário foi
elevado a Basílica pelo Papa São João Paulo II, em
18 de março de 1983.
Por que devemos invocar a Santíssima Virgem
Maria? Sabemos que os vários títulos marianos
podem ter origens diferentes, seja na devoção
popular, nas aparições e manifestações de Nossa
Senhora ou nos dogmas marianos, porém sabemos
que todos esses nomes dizem respeito a uma única
pessoa, que é a Santíssima Virgem Maria, a Mãe de
nosso Senhor Jesus Cristo.
Desde os primórdios da Igreja, a devoção à
Virgem Maria, sob seus diversos títulos, ajuda-nos a
perseverar na fé. Este é o motivo pelo qual devemos
invocar a Santíssima Virgem sob os seus mais
diversos títulos: para que a nossa fé não desfaleça.
Nossa Senhora, Virgem de Lindon!
Rogai por nós!